Power Duckets
Olá, caro Visitante!

Nosso fórum está sendo modificado aos poucos para você ter a possibilidade de interagir mais em diversos assuntos. Quer se dar bem no enem, ter ótimas dicas em redação ou até mesmo procurar e publicar algo no mundo geek e gamer? Cadastre-se e faça parte dessa mistura.

Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Silver
Silver
Ver perfil do usuário

Argentinos fabricam seu superesportivo de 650 cavalos.

em Seg Jul 01, 2013 9:35 pm
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Em um pavilhão longe das grandes marcas, conectado por um corredor improvisado exposto às baixas temperaturas de Buenos Aires, um modelo único foi apresentado no salão do automóvel argentino. Trata-se do Bucci Special, um esportivo com ares clássicos que é impulsionado por um motor de V12, com 650 cavalos de potência.

Para entender como isso aconteceu, é preciso voltar ao início do século 20, quando Domingo Bucci, fundador da escuderia, abriu uma oficina na província de Santa Fé, onde usava técnicas de aviação para criar automóveis personalizados para corridas. Constrói e prepara os seus carros de carreira e os dos outros motoristas.

Ele começa a participar de corridas com um Hudson, superando até mesmo modelos famosos como Bugatti e Alfa Romeo, mas morre em 1933 durante uma competição. Os Clemar Rholand e Bucci continuaram os passos do pai, inclusive com passagens pela Formula 1. Já aposentados das corridas, eles investem na construção de um esportivo chamado Dogo, que lembra um DeLorean e foi lançado em 1969 - muito antes do filme De volta para o futuro. No entanto, o carro nunca chegou a ser industrializado.

Já com 87 anos, Clemar Bucci iniciou uma nova empreitada em 2009, mas ele conseguiu apenas terminar a montagem do chassis, quando sua vida teve fim em 2011. O responsável por levar à cabo a tarefa hercúlea foi Pablo Bucci, sobrinho-neto de Clemar.

O Bucci Special tem chassis feito de tubos sem costura, com grades e freios de uma Mercedes-Benz 600 SL, de onde saiu também o motor de 12 cilindros. A transmissão é hidráulica de sete velocidades. Com todas as peças feitas e montadas à mão na Argentina, a escuderia gastou US$ 500 mil para construir o projeto.

Como homenagem ao legado da família, o Bucci Special não está à venda, nem tem um preço estimado, mas a empresa pretende usar o conhecimento e a base para, em breve, industrializar um esportivo genuinamente argentino.

Mais fotos do Carro: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Fonte: Terra.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum